CompararComparando...

Klabin promove evento para debater inovação, tendências e tecnologias nos negócios

Lendo Agora
Klabin promove evento para debater inovação, tendências e tecnologias nos negócios

A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, única companhia do país a oferecer ao mercado solução em celuloses de fibra curta, fibra longa e fluff, e líder nos mercados de embalagens de papelão ondulado e sacos industriais, reunirá clientes, fornecedores, parceiros e colaboradores para debates sobre as aplicações das inovações tecnológicas nos negócios. Em sua primeira edição, que acontece de 15 a 17 de agosto, o evento será realizado no recém-inaugurado Centro de Tecnologia da companhia, que promove a integração das frentes de pesquisa e desenvolvimento das áreas de negócio da Klabin, antecipando tendências e criando novas tecnologias e aplicações sustentáveis.

Durante três dias, os participantes poderão acompanhar debates, fóruns e painéis sobre os mais variados assuntos, com a presença de parceiros representantes de empresas como Nestlé, Tetra Pak, IBM, Cubo (Itaú), Dow, 3M, Unilever, BASF, Saint Gobain e SAP, entre outras que irão compartilhar e trocar experiências e aprendizados. A programação do último dia contempla a apresentação de diversos cases de sucesso da Klabin.

​A proposta do evento é promover questionamentos e a troca de conhecimento, com o objetivo de incentivar a reflexão dos participantes. Esse propósito está em linha com a cultura da Klabin, de disponibilizar alternativas de capacitação para engajar ​seu​ público interno. Dessa forma, todas as palestras serão disponibilizadas pela companhia na Escola de Negócios Klabin, plataforma que apoia o desenvolvimento profissional e a formação de lideranças na empresa.

Centro de Tecnologia

O novo Centro de Tecnologia da Klabin, localizado em Telêmaco Borba (PR), completa a integração das frentes de pesquisa e desenvolvimento das áreas de negócio da companhia, estratégia adotada para introduzir uma visão global e unificada, de alta complexidade. Com laboratórios capazes de produzir uma gama diversa de produtos de base florestal e realizar simulações das linhas de produção das fábricas, o Centro busca antecipar tendências e criar novas tecnologias e aplicações sustentáveis. Sua construção integra um plano de investimento em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P&D+I) de R$ 70 milhões em três anos (até 2017), que inclui, ainda, a compra de equipamentos, a atualização dos laboratórios de pesquisa florestal e a formação e contratação de técnicos e pesquisadores.

Qual é a sua impressão?
Amei
11%
Curti
89%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário