Impulsionada pela Celulose Riograndense, atividade no Porto de Pelotas gera 2,8 mil empregos

Lendo Agora
Impulsionada pela Celulose Riograndense, atividade no Porto de Pelotas gera 2,8 mil empregos

23/11/2016 – O embarque de madeira pelo Porto de Pelotas gerou 2,8 mil empregos – 800 diretos – na cidade da Região Sul do Rio Grande do Sul, segundo informou a empresa de celulose responsável pela atividade. O local estava praticamente parado durante 15 anos .

Até setembro, a operação no porto se resumia ao aluguel de pavilhões e ao carregamento de casca de arroz e matéria prima para a produção de cimento. A movimentação de carga era de apenas 400 mil toneladas por ano.

A situação começou a mudar a partir da assinatura de um contrato entre o governo do estado e uma empresa de celulose. Os galpões foram reformados e o porto recebeu balanças e guindastes novos. O investimento da empresa foi de R$ 35 milhões.

Porto de Pelotas (RS)

“O porto faz parte da história da cidade. Registros mostram navios em 1820 atracando por aqui. O que a gente está fazendo é qualificando a operação e resgatando as diversas atividades que existem na orla”, diz o diretor-presidente da CMPC Celulose, Walter Lídio Nunes.

Mais de 1,2 mil toneladas de toras de madeira cultivada no Sul do estado deverão ser transportadas por ano. O material é levado por uma barcaça até o Porto de Guaíba, onde fica a sede da empresa. Lá, a matéria prima é transformada em celulose e exportada pelo Porto de Rio Grande.

Segundo a empresa, se a carga fosse transportada pela estrada, seriam usados cerca de 180 mil caminhões em um ano. “A gente vem gradativamente aumentando o volume. Ainda permanecemos em fase de testes até o final do mês, e aí já com a perspectiva para novembro ir aumentando o quantitativo tanto de recebimento quanto mais evolução no próprio transporte da madeira até Guaíba”, diz o gerente operacional de operações portuárias, Eduardo Tartari.

Entre os beneficiados pelos empregos abertos está o engenheiro civil Charles Schneider. “A longo dos anos a gente sempre passou por aqui e acompanhou o porto, digamos, entre aspas, com uma movimentação pequena, parado, e hoje a temos essa grande movimentação gerando muitos empregos, o que é bom para toda comunidade local e para toda a cidade”, celebra.

Fonte: Agências BR

Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário