CompararComparando...

Fique por dentro do caminho percorrido pela celulose até o livro

Lendo Agora
Fique por dentro do caminho percorrido pela celulose até o livro

celulose-riograndense-feira-do-livro-luis-ventura

16/11/2016 – Em contêiner com aromas de uma floresta de eucalipto, a CMPC Celulose Riograndense apresenta, na área central da Praça da Alfândega, uma atividade que pode interessar adultos e crianças. A companhia, que é uma das patrocinadoras master da 62ª Feira do Livro de Porto Alegre, mostra no espaço a sua ligação com a educação e a literatura. Afinal, livros e cadernos têm origem na celulose, matéria prima para confecção de papel dos mais diferentes tipos. A CMPC, por sinal, doa anualmente 400 mil cadernos escolares  e  1,5 milhão de folhas para diferentes escolas.

Outra curiosidade que os visitantes vão descobrir no local é a parceira da companhia com produtores de mel, que extraem mel produzido por abelhas nas florestas de eucalipto da empresa. Além de papel, a celulose hoje é um componente que pode ser utilizado desde sorvetes até batons, para dar consistência aos produtos. Igualmente interessante, e apresentado no estande, é a Fábrica de Gaiteiros.  A produção das gaitas também tem origem na madeira extraída das florestas da companhia.

O estande da CMPC Celulose Riograndense fica em frente à Praça de Autógrafos.

CeluloseOnline

Qual é a sua impressão?
Amei
100%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário