CompararComparando...

Exclusivo: Único Museu do Eucalipto do Mundo fica no Brasil e completará 100 anos!

Lendo Agora
Exclusivo: Único Museu do Eucalipto do Mundo fica no Brasil e completará 100 anos!

Você conhece o único Museu do Eucalipto do Mundo? Talvez não, não é mesmo? Mas ele existe. E está aqui pertinho, em Rio Claro (SP). E em 2016 completará um centenário.

Isso mesmo!

Existe um único Museu do Eucalipto que fica no Brasil e existe há 99 anos!

24/06/2015 – Idealizado pelo engenheiro agrônomo Edmundo Navarro de Andrade para sistematizar e expor os resultados de pesquisas relacionadas à introdução de espécies de eucalipto no Brasil, ele foi fundado em 1916. Ele fica localizado dentro da Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade, no município de Rio Claro (SP) e é tombado pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo) desde 1977.

Museu FEENA do eucalipto Rio Claro

Crédito para a foto: Carlos Beduschi

CeluloseOnline – Qual a importância do Museu nos aspectos: regional, histórico e para o setor de florestas?

A divulgação das pesquisas de Edmundo Navarro de Andrade com o eucalipto e a ideia de disponibilizar seus resultados através de uma instituição museológica foram iniciativas pioneiras e significativas. Tornaram-se referência junto à comunidade científica e subsidiaram posteriormente as empresas que vieram a se dedicar ao plantio de florestas plantadas principalmente as voltadas à indústria do papel.

Atualmente recebe muitos pesquisadores interessados em resgatar informações produzidas naquela época, bem como em conhecer o banco genético existente nos talhões de eucalipto plantados por Edmundo.

Além do interesse da comunidade científica, a instituição recebe inúmeros visitantes que se surpreendem com as reflexões proporcionadas pelo acervo do Museu, principalmente pela recuperação de dados históricos. Através deles é possível se reportar ao tempo em que a iniciativa de grandes proprietários de terras fundadores da Companhia Paulista de Estradas de Ferro fizeram com que a linha férrea se prolongasse a partir de Jundiaí para o “oeste paulista” e, assim, viabilizasse o escoamento da produção cafeeira até o porto de Santos e daí para os mercados consumidores mundiais.

CeluloseOnline – Qual é o acervo do Museu e como ele é classificado?

O Museu do Eucalipto é classificado como um museu histórico científico. Possui um espaço expositivo permanente distribuído em 16 salas temáticas localizadas em um único pavimento com área construída de 800 m2.

Seu acervo apresenta um conjunto de informações acerca da espécie botânica denominada “eucalipto”. Parte da introdução de várias espécies no Brasil, das condições de aclimatação, expõe dados de produção e segue em seu roteiro de visita, passando por áreas afeitas à botânica, à economia, às práticas de plantio, incluindo a erradicação de pragas e etc. Trata também da produção do papel, demonstrando as várias etapas envolvidas no processo de fabricação de celulose. Em sua proposta expositiva, é possível apreciar uma coleção de animais taxidermizados que ao longo dos anos foram reunidos para comprovar a biodiversidade presente nas florestas de eucaliptos. Ainda apresenta um insetário e uma coleção de pragas em madeiras diversas. As últimas salas reúnem objetos e mobiliário que reproduzem o escritório de Edmundo e os mapas desenhados nas paredes dos vários hortos florestais pertencentes à Companhia Paulista.

CeluloseOnline – Quais são os atrativos do Museu?

Além do acesso às informações de cunho histórico e científico acerca da introdução e aclimatação dos eucaliptos no Brasil, um dos atrativos mais interessantes do Museu é o fato da madeira estar presente em sua própria constituição. Elementos como forros, pisos, mobiliário, lustres e molduras de quadros foram projetados e executados com diferentes espécies de eucalipto, o que proporciona ao visitante uma experiência diferenciada que se inicia pela percepção do cheiro da madeira.

Outro dado importante, que ressalta o pioneirismo do trabalho de Edmundo, encontra-se registrado na presença de um exemplar do “Wisconsin State Journal”, jornal impresso nos Estados Unidos com papel proveniente de toras de eucaliptos do Horto de Rio Claro.

CeluloseOnline – Qual a relação entre o Museu e as Estradas de Ferro?

A criação do Museu do Eucalipto está vinculada à expansão das estradas de ferro pelo interior do estado de São Paulo. A linha férrea chegou à cidade de Rio Claro em 1876 tendo acarretado uma série de transformações estruturais na região, entre elas o início da industrialização e a modernização das atividades urbanas.

Ao assumir a diretoria dos hortos da Companhia Paulista em 1903, Edmundo Navarro de Andrade iniciou um programa de reflorestamento que tinha como objetivo principal atender às necessidades de madeira para as ferrovias, suprindo-as com dormentes e carvão para combustível; momento em que se inicia a sistematização de informações que vieram a constituir o acervo do Museu.

CeluloseOnline – Quem pode visitar o Museu?

O Museu está aberto ao público de terça a sexta-feira, das 8h às 17h, mediante agendamento. Aos domingos, fica aberto ao público em geral, das 14h às 17h. O perfil principal do público é o de escolares durante a semana, pesquisadores nas visitas agendadas e o público em geral aos domingos.

CeluloseOnline – Qual o número de público que o Museu recebe anualmente?

O Museu recebeu no ano de 2014 aproximadamente 15 mil visitantes.

CeluloseOnline – Quem coordena e administra o Museu?

O Museu do Eucalipto é administrado pela Fundação Florestal (vinculada Secretaria Estadual do Meio Ambiente), órgão gestor da Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade. É patrimônio do Governo do Estado de São Paulo.

CeluloseOnline – Qual a maior dificuldade de manter um Museu em atividade?

O Museu do Eucalipto apresenta muito de sua concepção original, sendo que a maior dificuldade enfrentada esta relacionada à manutenção e conservação de seu acervo e espaço físico. Dificuldades relativas à acessibilidade também deverão ser equacionadas.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Fundação Florestal e apoio do pesquisador Ivan Sbrana.

Endereço do Museu: Av. Navarro de Andrade, s/nº. Caixa Postal 29 – CEP: 13500.970.

Telefone: (19) 3534.7706 / (19) 3524.7916.

 

 

Qual é a sua impressão?
Amei
33%
Curti
68%
Quero
0%
Tenho
0%
Odiei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
3Comentários
Deixe um Comentário
  • martha cristina
    junho 25, 2015 at 11:08

    atualizando os telefones da FEENA – Rio Claro
    3525-7036
    3533-8694
    3533-8327

  • Anete Mac-Knight
    julho 2, 2016 at 17:23

    Já tive oportunidade de visitar o museu pois nasci e cresci em Rio CLaro. Quando menina encantava-me com os animais taxidermizados e com os animais vivos o lado de fora. Tinha um pavão lindo, um aquário.
    Já adulta encantei -me com o mobiliário, o assoalho e toda e estrutura feita com eucaliptos evidenciando a beleza e funcionalidade dessa madeira.
    A apresentação que acabei de ler reproduz com fidelidade minhas lembranças desse lindo museu.
    Fiquei com vontade de voltar a visitá -lo. Grata pelas informações.

  • Ruth Costa da Silva
    julho 2, 2016 at 19:03

    Lugar incrível, bom demais poder passar horas aproveitando o sossego e o aconchego da natureza.

Deixe um Comentário