Embrapa desenvolve software que mede nível de sustentabilidade de fazendas

Lendo Agora
Embrapa desenvolve software que mede nível de sustentabilidade de fazendas

A Embrapa está desenvolvendo um software que deverá ajudar o produtor rural saber se uma fazenda produz de forma sustentável e o que fazer para que ela produza dessa maneira.

Embrapa

19/02/2015 – A FPS (Fazenda Pantaneira Sustentável) é uma ferramenta que avalia os processos produtivos da pecuária de corte local para conhecer o nível de sustentabilidade das propriedades – tanto nos diferentes aspectos que envolvem o sistema de produção quanto na fazenda como um todo.

Segundo a pesquisadora da Embrapa Pantanal que coordena o projeto, Sandra Santos, com a FPS é possível avaliar o impacto da atividade pecuária sobre o sistema produtivo e identificar quais aspectos estão abaixo do nível desejado para que a propriedade rural se torne sustentável.

Para entender a análise feita pela ferramenta, é necessário conhecer o conceito de sustentabilidade, que não significa apenas preservar o meio ambiente.

“A sustentabilidade de uma fazenda é um equilíbrio entre os aspectos do sistema produtivo que considera as dimensões econômica, social e ambiental”, diz Sandra.

Por isso, ela afirma que essas três áreas são avaliadas igualmente na leitura da FPS através da análise dos chamados “indicadores”, que são os itens e fatores relevantes para determinar o grau de sustentabilidade da propriedade, como a manutenção da biodiversidade, conservação dos recursos hídricos, pastagens, manejo e bem-estar animal, além de aspectos financeiros e sociais.

Para usar o software, o pecuarista precisa de um computador com acesso à internet. O produtor ou o assistente técnico verifica os diferentes aspectos dos registros sobre a fazenda, a partir de medidas como o escore corporal das vacas, por exemplo. Depois, ele entra no sistema da FPS e dá notas aos indicadores. A partir daí, o software gera uma nota final que integra as informações de todos os índices, produzindo um relatório para dizer se a fazenda está sustentável ou não e mostrando quais aspectos têm que ser melhorados.

Os estudos feitos para definir os indicadores duraram cerca de dez anos e contaram com a contribuição de vários especialistas em diversas áreas. Usando uma técnica de inteligência computacional conhecida como “Fuzzy”, a avaliação da FPS qualifica os diferentes aspectos da produção rural em conceitos como “adequado”, “inadequado” ou “moderado”, por exemplo, adaptando-se à realidade dinâmica da fazenda.

Fonte: Agora MS / Adaptado por CeluloseOnline

Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário