CompararComparando...

Curso Técnico em Florestas abre oportunidades numa área em expansão

Lendo Agora
Curso Técnico em Florestas abre oportunidades numa área em expansão

A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) prevê que o planeta terá 9,1 bilhões de pessoas até 2050, que consumirão três vezes mais produtos provenientes da madeira, exigindo 250 milhões de hectares adicionais de florestas plantadas. Segundo a Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), apesar de já deter a liderança mundial em produtividade florestal com, aproximadamente, 36 m³/há/ano, o Brasil tem um imenso potencial para crescer nesse setor, já que menos de 1% do território nacional (7,8 milhões de hectares) é destinado à atividade.

Determinado a formar mão de obra qualificada para a silvicultura brasileira continuar crescendo, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) oferece o Curso Técnico de nível médio em Florestas, no Centro de Formação Técnica de Florestas, em Palmas (TO). Uma nova turma será iniciada no segundo semestre de 2017 e as inscrições para o processo seletivo estão abertas até o dia 21 de julho, no site www.senar.org.br/processo-seletivo. A disputa é por 40 vagas no período noturno.

Com carga horária total de 1.565 horas (1.200 horas de aulas e 365 horas de estágio supervisionado) distribuídas em três semestres, o curso Técnico em Florestas é oferecido na modalidade presencial. A formação proporciona novas oportunidades aos jovens e alternativas para aumentar a renda nas propriedades rurais. Um dos diferenciais do curso é o ensino atrelado à prática, com aulas em campo e acesso a equipamentos de precisão, como simuladores virtuais de colheita florestal. Outro fator que favorece os estudantes formados na hora de conquistarem uma vaga de trabalho é o fato do curso ser reconhecido pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Tocantins (CREA-TO).

O diretor do Centro de Formação Técnica de Florestas, Vicente Filho, destaca que muitos alunos formados pela entidade já estão trabalhando em florestas de empresas privadas e como funcionários públicos na área. “A atividade florestal emprega e oferece alternativas para o egresso do curso se estabelecer na profissão, pois o ciclo produtivo é completo, desde o viveiro, legislação e planejamento, até o corte ou colheita florestal”.

Egresso da turma de 2016, o técnico em Florestas José Duarte está empregado desde fevereiro deste ano. Ele trabalha com a propagação de viveiros e mudas dentro do Programa Roça nas Escolas, realizado pela prefeitura de Palmas. Na opinião dele, o diploma do curso ajudou na hora de conquistar a vaga, mas o conhecimento adquirido dentro das disciplinas foi mais importante ainda. “A formação é condizente com o que o mercado exige. Recomendo que quem está em dúvida faça o curso, aproveite o máximo, busque conhecimentos e não fique na dependência dos professores. Seja otimista, busque novas descobertas e faça pesquisas constantes da matéria que está cursando”, recomenda.

Prestes a concluir o curso, Régila Pereira da Silva Lima, pretende buscar uma oportunidade na produção de mudas nativas e frutíferas em viveiros de Palmas, onde mora. Entre os aspectos positivos do curso, ela destaca o alto aproveitamento das aulas práticas e as atividades desenvolvidas no Laboratório de Solos.

“Se a pessoa gosta da área, acho que ela deve encarar o curso porque vai amar. A demanda por novo horário foi atendida, com aulas no período da noite, acredito que o problema da evasão vai acabar. Muitos desistiam, pois não tinham como trabalhar e estudar durante o dia”, analisa.

Processo seletivo

Além de aulas no período noturno, as outras novidades dessa seleção serão a entrevista individual eliminatória e aulas práticas aos sábados. Para participar, o candidato deverá informar os dados pessoais e preencher corretamente o formulário de inscrição. Os interessados também deverão anexar ou entregar uma fotocópia do Histórico Escolar ou certificado de Ensino Médio. A inscrição para o processo seletivo é gratuita.

A classificação dos candidatos ocorrerá por meio de análise do histórico escolar fornecido e entrevista individual com os alunos classificados. A análise curricular será realizada nos dias 24 e 25 de julho. Os classificados para entrevista serão conhecidos no dia 26 de julho e as entrevistas, de caráter classificatório e eliminatório, acontecerão nos dias 27 e 28 de julho. A lista dos aprovados será divulgada no dia 1º de agosto.

Entre 2 e 4 de agosto, o candidato aprovado deve fazer sua matrícula. Neste momento, deverá apresentar, além dos documentos já solicitados (certificado de conclusão do Ensino Médio ou Diploma do Ensino Médio, histórico escolar do Ensino Médio, cédula de identidade e CPF), certidão de nascimento ou casamento (quando ocorrer mudança de nome); título de eleitor com os comprovantes de votação da última eleição (para candidatos maiores de 18 anos); documento militar (para os candidatos do sexo masculino, maiores de 18 anos); uma foto recente, tamanho 3×4; e comprovante de residência. O início das aulas está previsto para o dia 7 de agosto.

Assessoria de Comunicação do SENAR

(61) 2109-4141

www.senar.org.br

www.facebook.com.br/SENARBrasil

www.twitter.com/SENARBrasil

Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário