CompararComparando...

Chega ao mercado nova fibra feita de resíduos de algodão e madeira

Lendo Agora
Chega ao mercado nova fibra feita de resíduos de algodão e madeira

A produção mundial de roupas terá dobrado até o ano de 2025 e essa quantidade terá um grande peso para o meio ambiente. 80% das roupas que jogamos fora acabam em aterros sanitários. Estima-se que 50 milhões de toneladas de roupas são jogados fora a cada ano. A nova fibra Tencel chamada Refibra, é feita a partir de celulose que contém os resíduos de algodão que sobraram dos cortes de produção e corte de madeira.

A nova fibra de celulose Refibra foi lançado pela Lenzing na feira têxtil Première Vision, em Paris. É uma das primeiras fibras de seu tipo produzida em escala comercial usando um alto volume de material reciclado. Criada usando um processo semelhante ao liocel, uma fibra sustentável de baixo impacto ambiental, a Refibra mostra o potencial de se criar fibras de alta qualidade usando materiais que seria normalmente desperdiçados durante a produção.

A Lenzing está empenhada em ciar uma nova geração de fibras feitas de resíduos para ampliar o conceito da economia circular na indústria da moda. É mais um exemplo do potencial tecnológico para reaproveitar materiais inutilizados e reduzir o desperdício em toda a cadeia de valor criando assim novas matérias-primas.

Transparência com cada fibra

A Lenzing desenvolveu um novo sistema de indetificação para que os clientes tenham certeza que a fibra que compraram é realmente feita a partir de material reciclado. O sistema faz com que seja possível identificar a fibra Refibra nos tecidos compradas da indústria têxtil. Isso garante a transparência na cadeia de processamento geral.

Economia circular é o futuro

A Refibra oferece a indústria têxtil uma solução para introduzir economia circular na indústria têxtil. Os números falam por si: Todos os anos, 80% das roupas e tecidos comprados acabam nos aterros sanitários. A reciclagem dos resíduos de algodão em uma nova fibra Tencel oferece uma solução prática para promover a economia circular na moda.

 

Fonte: Refibra

Qual é a sua impressão?
Amei
50%
Curti
50%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
1Comentários
Deixe um Comentário
  • Hans J. Kleine
    março 10, 2017 at 13:20

    Parece, que se trata da velha tecnologia da viscose aplicada a resíduos celulósicos. Só mudou o nome?

Deixe um Comentário