CompararComparando...

Brasil lidera ranking mundial de uso da biomassa na produção de energia

Lendo Agora
Brasil lidera ranking mundial de uso da biomassa na produção de energia

Pesquisa aponta que Brasil lidera ranking mundial de uso da biomassa na produção de energia

Pesquisa realizada pela IEA Bioenergy Task 40 – divisão especializada em bioenergia da Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) aponta que o Brasil é o país que mais utiliza biomassa na produção de energia, sendo16% do uso mundial no setor. Em seguida estão os EUA (9%) e Alemanha (7%). De acordo com o material publicado recentemente, os 15 países do topo dessa lista representam 65% do uso global de biomassa na matriz energética. Atualmente, a biomassa representa cerca de 10% da produção de energia global.

O material apresentado pela Task 40 mostrou que, em 2010, no Brasil 21% da energia utilizada no setor industrial foi obtida a partir do bagaço da cana de açúcar e 7% a partir de outras fontes primárias renováveis. A maioria dessa energia é utilizada no setor de alimentos e bebidas, que corresponde a 75% da demanda de energia do setor. Além disso, o setor industrial também é o principal consumidor de energia à base de carvão no país, onde 33% da energia é usada principalmente para abastecer a indústria de ferro e aço.

O etanol é o principal biocombustível do Brasil e dos Estados Unidos; enquanto que na União Europeia o biodiesel domina o mercado de biocombustíveis líquidos. Segundo os dados, a capacidade combinada de usinas de etanol brasileiras foi de cerca de 43 bilhões de litros por ano, sendo que a cana é o principal insumo do etanol. Quantidades significativas do etanol brasileiro foram exportadas para os EUA, Coreia do Sul e Japão, desde 2004.

Investimentos em novas usinas de etanol no Brasil têm diminuído

A pesquisa ressalta também que os investimentos em novas usinas de etanol no Brasil têm diminuído, ao mesmo tempo em que as importações dos EUA têm aumentado. Enquanto que no Brasil existem cerca de 430 refinarias, nos EUA existem mais de 200 usinas de etanol. Todavia, as indústrias americanas são muito maiores.

Outro componente importante na produção de energia é o carvão vegetal, onde o maior produtor é o Brasil. Só em 2010, 6,3 milhões de toneladas foram produzidas no país, o que equivale a 14% da produção total do mundo; mais de 80% desse montante foi utilizado pelo setor industrial.

As conclusões da pesquisa demonstraram que a utilização de biomassa para fins energéticos é crescente no mundo. De acordo com os resultados do estudo, um número significativo de novas grandes instalações tanto para refinar e processar biomassa como para fins de transporte de energia (biocombustíveis), bem como converter biomassa em calor e energia estão sendo construídas em todo o mundo.

O objetivo do estudo é obter uma visão global do uso de biomassa nos setores industriais e de transporte e obter a lista dos maiores usuários de energia de biomassa no mundo. A pesquisa utilizou dados de várias fontes em todo o mundo. No Brasil, foram coletados informações do balanço anual de oferta e consumo de energia publicado pelo Ministério de Minas e Energia, dos bancos de dados da União da Indústria de Cana de Açúcar (Unica), da União dos Produtores de Bioenergia (UDOP) e da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Fibria noticias rodape
Qual é a sua impressão?
Amei
50%
Curti
50%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário